Categorias: Receitas

Mac and Cheese Vegano com flores cravinas

Fonte: Cozinha do Jardim. Mac and Cheese Vegano e Floral.

O Mac and Cheese (algo como “macarrão com queijo”) é bastante conhecido nos Estados Unidos, apesar de registros mais antigos datarem do século XIV, na Europa. Muitos dizem que o tal Mac and Cheese ficou famoso na terra do tio Sam devido ao ex-presidente, Thomas Jefferson, que após visitar a França e se encantar com os macarrões. Ele importou uma máquina de preparo de massas e durante um jantar de Estado, em 1802, o Mac & Cheese foi servido como prato principal.

Aqui no Cozinha do Jardim, sempre unimos todo o poder das flores em nossos preparos e com esse prato delicioso não poderia ser diferente. Resolvi criar e recheei a massa do macarrão (usei o formato concha, bem grande) com pasta de alho, queijo e flor de cravina, que é um pouquinho picante, sem ser excessiva.

Após o recheio do macarrão já cozido, coloquei num refratário com molho de queijo branco por cima e levei ao forno por cerca de 15-20 minutos. Fica divino! Na minha receita utilizei o queijo vegano Mozzarella da marca Nomuu, que adoro! Caso você não seja vegana, pode usar qualquer marca de queijo da sua preferência.

Foto: Cozinha do Jardim. Mac and Cheese com flores cravinas.

MAC AND CHEESE FLORIDO:

500 gr de macarrão tipo concha tamanho G

3 xícaras de creme de leite fresco – aqui, um segredinho, vou ensinar como preparar o creme de leite fresco, logo abaixo.

1 col. café de noz moscada

2 dentes de alho

meia cebola picadinha

cerca de 10 flores de cravina despetaladas

400 g de queijo muzzarella Nomuu ralado.

Preparo: Misture todos os ingredientes e recheie o macarrão já cozido. Disponha numa forma refratária e regue com mais creme de leite e cubra com queijo muzzarella ralado. Leve ao forno por 15-20m ou até dourar! Sirva bem quentinho, com o queijo derretendo… Não esqueça de salpicar pétalas de cravina antes de servir também. Delícia!

Foto: Cozinha do Jardim. Recheio de mac and cheese com cravinas.
Preparo do creme de leite vegano:
Para fazer o creme de leite sem origem animal, basta misturar 1/2 xícara (chá) de castanha de cajú (crua) com 1/4 xícara (chá) de água filtrada, da seguinte forma:
Deixar a castanha de caju crua de molho por 6 horas ou da noite para o dia na geladeira. Jogue a água fora. Ferva 1/4 xícara de água filtrada. Bata no liquidificador ou processador a água com a castanha. Lembre que quando mais água, mais líquida ficará a receita, então se quiser maior consistência, menos água. Deixe esfriar e guarde na geladeira (dura cerca de 3-4 dias).
Um pouquinho sobre a flor cravina:
A cravina (Dianthus Chinensis) é uma florzinha amiga das abelhas, apresenta cores bem vivas e é super aromática. Muito fácil de ser cultivada, inclusive em vasos e locais pequenos como hortas verticais e varandas – até mesmo na janela!
No entanto, evite altas temperaturas, pois elas poderão ressecar demasiado. Então, verão no Rio de Janeiro, nem pensar. A menos que você mantenha as cravinas em espaço que não pegue sol direto e molhe bastante. As cravinas amam muita água. As minhas cravinas florescem no inverno.
É uma planta condimentar e também medicinal. Tem cheirinho suave e um pouco doce (apesar de no seu sabor, conter – na minha opinião – um quê de apimentado). Considera-se boa para o uso como calmante e para tratar doenças coronárias. Considera-se que a flor tenha propriedades antiespasmódica, diaforética, cardiotônica. Na China é usada como vermífuga.
Fontes:
Bown, D. (1995) The Royal Horticultural Society – Encyclopedia of Herbs & Their Uses, London, Dorling Kindersley
Cunha, P., Ribeiro, J., Roque, O. (2009) Plantas Aromáticas em Portugal Caracterização e Utilizações, 2ªed., Lisboa, Fundação Calouste Gulbenkian
Plants for a future, 1996-2013, Plants for a Futurewww.pfaf.org, julho 2013
Notas:
O Cozinha do Jardim não se responsabiliza por nenhum efeito adverso do uso da planta.
Deve sempre consultar um profissional antes de utilizar a planta para fins medicinais!